Você já parou para pensar qual é sua proposta de valor? Ela é o primeiro item que determina se as pessoas vão ou não se interessar por seu produto ou serviço. Por ser uma das principais estratégias que merecem testes até o acerto, a proposta de valor se torna um diferencial competitivo.

Por que pensar na proposta de valor?

Pensar em nossa proposta de valor é o início do negócio em si. Ou seja: responder quais problemas vai resolver, as necessidades que seus serviços irão satisfazer e o que você oferece para o público. Além disso, é importante pensar em qual valor oferece e o que realmente quer fazer pelo cliente.

Quando a proposta de valor começa a ser estudada, é necessário levar em conta a importância que ela tem. Isso porque ela é uma forma de você pensar em trazer novidades para o mercado, tampando uma lacuna que existe no cenário atual.

Um grande diferencial de ter uma proposta de valor é garantir o desempenho dos seus serviços, já que ela traz personalização ao que será oferecido. Quando você tem isso bem definido, você sabe o que precisa ser feito pelo cliente, sempre com um preço competitivo e garantindo acesso ao que ele precisa.

Mesmo sendo fundamental para o sucesso de um negócio, muitos empreendedores não usam a proposta de valor. Muitas vezes porque não sabem como aplica-la no dia-a-dia, refletindo na perda de boas oportunidades. E a proposta de valor está diretamente ligada ao seu propósito, a encontrar o seu porquê!

Proposta de valor: conceito

A proposta de valor é um conceito de marketing. Ele determina se aquilo oferecido pelo seu negócio realmente tem valor para os clientes. É tão importante que é uma etapa fundamental do Business Model Canvas, ferramenta de planejamento estratégico que permite desenvolver e esboçar modelos de negócio (novos ou já existentes).

Construída com base na identificação dos pilares da marca, a proposta também aponta como ela será percebida no mercado. O conceito explica como seu produto resolve os problemas dos clientes ou melhora sua situação, oferece benefícios específicos e proporciona diferenciação única, indicado ao cliente porque ele deveria comprar algo seu e não partir para o concorrente.

Geralmente, a proposta de valor é formada por um bloco de texto com título, subtítulo e um parágrafo de texto aliado a um bom visual, como fotos, vídeos e recursos gráficos.

No título, você pode definir o benefício que você está oferecendo utilizando uma frase curta. No subtítulo, faça uma sentença (de 2 a 3 linhas), explicando o que faz, para quem faz e por que ele é útil. É importante, também, listar os principais benefícios ou serviços que você oferece.

Depois de finalizado, avalie sua proposta e verifique se ela responde às perguntas:

  • Que produto ou serviço sua empresa vende?
  • Qual o principal benefício que sua empresa oferece?
  • Qual é seu público-alvo?
  • O que torna sua oferta original e diferente?

Para deixar sua proposta ainda melhor, pesquise sobre seu público-alvo, assim pode definir quais serão os possíveis clientes. O que também ajuda é investigar os concorrentes, tentando entender o que o mercado oferece.


Elaine Maria Costa
Elaine Maria Costa

Elaine Maria Costa é Especialista em Vendas Online, Empresária, Coach Executiva e de Negócios, Educadora Financeira, Administradora, escritora, blogueira a quase 10 anos na área de vida simples, com 18 anos de experiência em grandes empresas nas áreas de gestão de pessoas e processos.

Deixe o seu comentário

Leave a Reply

Your email address will not be published.